programa > Mobiliza, Notícias, Programas > Violência de torcidas no futebol é tema do Mobiliza inédito desta terça-feira

Violência de torcidas no futebol é tema do Mobiliza inédito desta terça-feira

O confronto entre torcedores no jogo entre Atlético Paranaense e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro de Futebol, reascende o debate sobre a segurança em arenas esportivas. A confusão ocorrida em Joinville, Santa Catarina, é uma entre tantos ocorrências de violência relacionadas com o futebol. Somente neste ano já foram registradas no país 30 mortes ligadas a intolerância entre torcedores, principalmente os vinculados às facções organizadas.

A briga entre atleticanos e vascaínos repercutiu na imprensa internacional, tendo em vista que em seis meses terá início a Copa do Mundo no Brasil. O fato também teve repercussão no meio político. A presidente Dilma Rousseff comentou o episódio por meio do microblog Twitter. Ela condenou a violência e afirmou ter conversado com o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, para assegurar a presença da polícia dentro dos estádios, bem como propor outras medidas para inibir ações violentas de torcidas organizadas.

A partida entre Atlético e Vasco, ocorrida no último domingo, foi interrompida antes dos 20 minutos de jogo, após confusão generalizada que tomou conta das arquibancadas da arena Joinville. A segurança do jogo era realizada por uma empresa privada contratada pelo clube paranaense e a polícia militar de santa catarina somente ingressou no local depois de iniciada a briga. Três torcedores foram presos e outros quatro foram encaminhados ao hospital. Apenas um torcedor continua internado. Por causa do confronto, o jogo foi retomado após uma hora de paralisação e terminou com vitória do time do paraná.

Como explicar o fenômeno que transforma os estádios de futebol, tradicionais espaços de festa, diversão e torcida por aquela que é a paixão nacional, em locais de confrontos, agressões e violência entre as pessoas, resultado até de morte, nos casos mais graves? Para debater este tema, o Mobiliza desta terça-feira, 10 de dezembro, às 23h30, aborda o tema e conta com a presença de Gustavo Andrada Bandeira, mestre em Educação com estudos na área do Comportamento no Futebol; João Hermínio Marques, presidente do movimento chamado Frente Nacional de Torcedores; e Alberto Kopittke, vereador do PT e autor de projeto de lei para identificação biométrica de torcedores, em Porto Alegre.

O Mobiliza é apresentado por Thaís Baldasso e tem produção de João Brites e Lucas Guarnieri. A coordenação de jornalismo é de Andréa Martins e Luiz Olea. A atração pode ser conferida em horário alternativo aos sábados, às 14h.



Interações

Poste seu comentário, envie seu vídeo!
Nos ajude a contar histórias mais completas somando o seus conteúdos aos nossos.
Para saber como enviar seu vídeo, [clique aqui].





Copyright © 2009 TVE. All rights reserved.
Designed by Theme Junkie. Powered by WordPress.